Welcome

Delete this widget from your Dashboard and add your own words. This is just an example!

Orkut

Contato

Facebook

Twitter

Mais um tema de arrepiar…É Rockabilly bebê!

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Depois de uma muuuito curtida festa de metal industrial, a Absynthetic Party II (a qual falei sobreaqui), que fez parte do meu passado distante, agora vou pular para um período musical mais recente na minha vida: o Rockabilly. Sim, este estilo de música, que é bem mais antigo – da época da minha mãe! – mas ainda capaz de arrebatar muitos corações apegados a um passado dançante, romântico e rebelde, tudo ao mesmo tempo, que eu AMO de paixão. E, claro, também é super marcado na roupa, quer ver como?
Os signos do Rockabilly
- Jaquetas de couro, calças skinny, camisetas brancas, topetes, listras, poás, peep-toes, sapatos de meia pata, sapatilhas, estampa de oncinha, xadrez vichy, saia-lápis, saia rodada, cerejas, estrelas, gato preto, número 13, dados, caveiras mexicanas, frutas, rosas, tatuagens “old school”, penteados montados…aaah, a lista é grande! Vamos ver algumas imagens para entender melhor esse estilo lindo e sexy?

Hmm…ok! Mas, como é que é esse estilo de música mesmo?
Vamos ao Wikipedia:
Rockabilly é um dos primeiros sub-gêneros do rock and roll, tendo surgido no começo da década de 1950.
O termo “rockabilly” é um portmanteau de rock e hillbilly, este último uma referência à música country (que costumava ser chamada de música hillbilly nos anos 40 e 50), que contribuiu enormemente ao desenvolvimento do gênero. Outras influências importantes foram o western swing, o boogie woogie e o rhythm and blues. Podem ser citados como principais expoentes do estilo Chuck BerryJerry Lee LewisCarl PerkinsElvis PresleyBill HalleyJohnny CashGene VincentEddie Cochran e Johnny Burnette.
A influência e a notoriedade do estilo desvaneceram-se nos anos 60 com o surgimento da invasão britânica e o sucesso da Motown, mas durante o final dos anos 70 e começo dos 80 o rockabilly passou por uma recuperação em sua popularidade que permanece até os dias de hoje, frequentemente vinculada a uma subcultura própria.”
Falando sobre a subcultura mais recente do rockabilly, eis abaixo 2 sons que eu particularmente adoro (clique para abrir, o vídeo não tá indo no post) :
Agora, vamos passar para a motivação deste post…uma festa!! heheh na sexta, dia 16/12 vai acontecer a festa Rock me baby, no Foot Bar. O tema, claro, é o rockabilly, e está sendo organizado por Daniela Póvoa e Nina Brasílico. Eu fui em um show que a Daniela produziu – do Casa das Máquinas – e amei, sinceramente foi uma das melhores festas deste ano! Por isso boto móointa fé na nova empreitada!
Quer saber mais sobre a festa? Clica aqui no blog das garotas!! Rock me baby
Eu vou, é óbvio…rs e devidamente trajada com cabelón, vestido de bolinhas e um super salto. Se você curtiu, mas não tem idéia do que vestir, não se desespere ainda! Eu preparei umas dicas com roupas que (quase) todo mundo tem em casa, veja abaixo:
super sexy...no cabelo, sugiro rabo-de-cavalo e topete
mais clássico...no cabelo, coque e topete (é topete para trás gente, por favor né rs)
romântico...cabelo solto com faixinha amarrada com laço
esportivo...no cabelo, coque+topete na frente+faixinha amarrada na cabeça
look básico...coque com a flor no cabelo!


Nota: Se você é homem, vá de: calça jeans + converse + camiseta branca + topete (de preferência tudo ajustado ao corpo). E tá pronto! :*
bjs galère e até sexta!
Roubado do Onde Joinville

0 comentários:

Postar um comentário

 

Até mais!!!

Até mais!!!

Radio Vintage